Investigação

Identificado suposto mandante da tentativa de assassinato da comerciante em Juazeiro do Norte

Os dois acusados do crime acusaram o cirurgião dentista como mandante do crime

Um cirurgião dentista foi apontado como mandante da tentativa de assassinato da comerciante Laísa Nascimento Andrade, 26 anos, em Juazeiro do Norte.

O caso aconteceu nesta sexta-feira, (12/1), em seu estabelecimento no bairro São Miguel.

Dois homens se passando por clientes atacaram empresária.

Os suspeitos já foram identificados no sábado, (12/1). O tatuador Marcelo Barbosa de Almeida, 25 anos, foi presos. O segundo acusado, José Pedro das Chagas Pinto de Sousa, o “Paulista” foi preso por uma equipe do RAI no início da tarde deste domingo, (14/1), no município de Aurora. Um terceiro participante do crime, foi preso, Carlos Alberto Evangelista Silva, 42 anos, conhecido como “Alemão”.

Ao ser interrogado pelos policiais, Carlos Alberto apontou um cirurgião dentista de Juazeiro, como o mandante da tentativa de assassinato da Laísa. Alemão teria sido o contratante dos homens para matar Laísa.

Motivo

Segundo os acusados, o odontólogo teria feito uma proposta de R$ 5 mil para assassinar Laísa Nascimento. O motivo seria uma ação trabalhista de R$ 10 mil movida por Laísa contra a clínica onde ela trabalhou. O mentor intelectual do crime seria sócio proprietário da empresa.

Na audiência de custódia realizada na manhã deste domingo, (14/1), promovida no Núcleo de Inquérito e Custódia do plantão judiciário em Juazeiro, o denunciante Carlos Alberto Evangelista da Silva, 42 anos, o “Alemão”, recebeu o alvará de soltura. A Justiça entendeu que não houve flagrante, pois Alemão não se encontrava na cena crime, mesmo sendo confirmado como o contratante dos acusados para assassinar a dona da loja.

Fonte: Site Miséria

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram