Cuidado animal

Aprovadas emendas da deputada Gabriella Aguiar que asseguram atendimento veterinário gratuito

As propostas seguem agora para o Executivo para serem sancionadas.

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira (06) duas emendas da deputada estadual Gabriella Aguiar (PSD) que asseguram atendimento veterinário gratuito para animais cujos tutores e protetores estejam regularmente cadastrados nos sistemas mantidos pela Secretaria da Proteção Animal (SPA) ou no Cadastro Único (CAD Único). As propostas seguem agora para o Executivo para serem sancionadas.

Ainda durante a sessão ordinária, Gabriella destacou a campanha Setembro Amarelo. Ela lembrou que a iniciativa começou em 2015, e que a cor amarela é uma referência ao Dia Mundial de Combate ao Suicídio, que transcorre anualmente no dia 10 de dezembro. “Ao longo dos anos tem sido possível observar uma evolução na conscientização da sociedade em relação ao assunto, com quebras de tabus e a abertura para conversar sobre o tema”, analisou. 

Gabriella ressaltou que este ano o Centro de Valorização da Vida (CVV) adotou o tema “Acolher é Cuidar”. A proposta é lembrar a importância de oferecer acolhimento, além de um olhar compreensível, não julgador e disponível a conversar amigavelmente com quem precisa ou demonstra precisar de ajuda. “O tema é incômodo, mas é necessário conscientizar essa questão como problema de saúde pública”, salientou. 

A deputada frisou que o suicídio é considerado uma das três principais causa de morte entre pessoas de 15 a 44 anos de idade do mundo. Ela assinalou que, no Brasil, a doença é a 4ª maior causa de morte entre homens, 8ª entre mulheres e a 3ª entre adolescentes. “Nos últimos 20 anos houve um aumento de 65% entre crianças e adolescentes”, informou. 

A parlamentar apresentou neste ano o projeto de indicação nº 224/23, para incluir o serviço de psicologia e assistência social nas escolas e, em 2019, a então deputada Patrícia Aguiar (PSD), sua mãe, elaborou propositura para instituir a Política Estadual de Prevenção à Automutilação e ao Auicídio. Entretanto, diante do arquivamento da proposta, a deputada Érika Amorim (PSD) adotou a ideia e transformou em  projeto de indicação nº 51/21,  aprovado em 2021. 

Gabriella Aguiar anunciou que vai solicitar uma audiência pública na Comissão de Previdência Social e Saúde da Alece para que a Frente Parlamentar Mista de Promoção a Saúde Mental instalada no Congresso Nacional faça uma exposição dos trabalhos desenvolvidos.  “O colegiado foi instalado em 2023 e é formado por deputados federais, senadores e representantes da sociedade civil que atuam na área da saúde mental”, explicou.

Ainda na tribuna, a deputada comentou a situação econômica da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. Ela explicou que o hospital suspendeu o serviço de anestesiologia por falta de pagamento salarial. “Visitei a instituição em abril e mantive reunião com o curador Vladimir Spinelli e observei a seriedade da situação que atravessa a Santa Casa. Eu me coloco à disposição para buscarmos maneiras para que essa instituição secular continue a prestar um serviço de qualidade para a população que mais precisa”, concluiu.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram