(Foto: MAHMUD HAMS/AFP)

Decisão

Confira como foi a votação para “Pausa Humanitária” na guerra em Israel

EUA justificaram seu veto à resolução em virtude da ausência de menção ao direito de autodefesa de Israel, um ponto apoiado fortemente pela capital americana

Por Camylla Evellyn

A votação na ONU que buscava abordar a situação da guerra entre Israel e o grupo Hamas resultou em um veto decisivo por parte dos Estados Unidos. A proposta da resolução, que havia sido costurada pelo Brasil, tinha como objetivo estabelecer uma pausa humanitária na região de Gaza.

EUA justificaram seu veto à resolução em virtude da ausência de menção ao direito de autodefesa de Israel, um ponto apoiado fortemente pela capital americana. Os Estados Unidos, como membro permanente do conselho de segurança da ONU, possuem a prerrogativa de veto. Com isso, a medida reflete a influência considerável desse país nas decisões do conselho, ao lado de outras nações permanentes, como Rússia, China, Reino Unido e França.

Na votação realizada, a resolução recebeu um total de 12 votos favoráveis, 1 veto e 2 abstenções, vindos da Rússia e do Reino Unido. Enquanto isso, China e França optaram por votar a favor do projeto brasileiro.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram