(Foto: Divulgação)

Dormir com os cabelos molhados pode prejudicar sua saúde capilar?

Por Camylla Evellyn

Lavar os cabelos antes de dormir é uma prática muito comum. E tem gente que aproveita para secar as madeixas antes de deitar. Mas realmente ir para a cama com o cabelo molhado realmente é prejudicial?

De acordo com a Dra Mírian Lima, Biomédica, Tricologista-Especialista em terapia capilar, essa prática muito comum pode iniciar o processo de destruição do cabelo.

“Dormir com o cabelo molhado não traz problemas apenas para o couro cabeludo, mas também para o fio do cabelo. Deitar com a cabeça no travesseiro deixa ele úmido, abrindo caminho para processos alérgicos, além de caspa”, diz a especialista, que é proprietária do Centro de Recuperação Capilar Mírian Lima.

O ambiente fechado de um quarto e o travesseiro úmido são um prato cheio para o surgimento de fungos e bactérias, favorecendo o surgimento de uma doença e até mesmo “ativando” uma doença preexistente, como no caso da dermatite seborreica. É capaz também de gerar processos inflamatórios, resultando em queda excessiva de cabelo.

Os fios também sofrem, pois existirá muita quebra. “O cabelo úmido fica com a elasticidade comprometida. Em contato com o travesseiro, durante a noite, a fibra capilar sofre com o surgimento de frizz e consequentemente queda”, alerta Dra. Mírian.

Se a pessoa passa por algum tipo de problema que surgiu devido à prática de dormir com os cabelos molhados, a biomédica lembra que alguns tratamentos podem ajudar.

“São indicações para ensinar o paciente a como cuidar dos cabelos, com secagem ou não lavar com água quente. Usar protetor térmico para que não tenha prejuízo aos fios. Para quem tem predisposição à caspa e dermatite, temos tratamentos que utilizam tecnologias que evitam o desenvolvimento de fungos e bactérias no couro cabeludo”, avalia a biomédica.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram