(Foto: Reprodução/Instagram)

Santa Quitéria

Julgamento que pode cassar mandato de prefeito cearense tem nova repercussão

A equipe do gestor promete recorrer às instâncias superiores

Nesta segunda-feira, o julgamento sobre o processo de cassação do prefeito afastado de Santa Quitéria, Braguinha, foi suspenso após a desembargadora pedir vistas. O placar estava 9 a 0 para mantê-lo afastado. Desta forma, a prefeita em exercício, Lígia Protásio, se mantém no cargo até fevereiro do ano que vem.

Durante o voto, a desembargadora Ângela Teresa Gondim chegou a cogitar se abster do voto para que houvesse uma decisão final ainda na sessão desta segunda. No entanto, a magistrada decidiu sustentar o pedido de vistas, com o objetivo de analisar o caso de forma mais aprofundada.

A desembargadora pontuou que a decisão final vai demorar mais de um mês para ser tomada. O motivo é que ela entrará de férias e não participará da próxima sessão, prevista para o próximo dia 18 de dezembro.

Com a decisão, Braguinha se mantém afastado da Prefeitura de Santa Quitéria. O gestor deve recorrer às instâncias superiores para tentar voltar ao cargo.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram