(Foto: Ricardo Stuckert/PR)

Opinião

Lula sugere mudanças na ONU

Em transmissão ao vivo, presidente falou sobre a emoção de receber famílias brasileiras que estavam em Gaza

Por Redação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em transmissão ao vivo pela internet, disse que é inadmissível o mundo não encontrar uma solução humanitária para a guerra declarada por Israel no Oriente Médio. Ele ressaltou que é preciso que haja uma mudança na atuação da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo Lula, a proposta brasileira, apresentada no Conselho de Segurança da ONU no mês passado, que pedia pausas humanitárias nos ataques ao território palestino para permitir a entrada de ajuda na região, foi um texto endossado por 12 países, mas que os Estados Unidos, que têm poder de veto no órgão, derrotaram o documento com apenas um voto.

“Apenas um país teve o direito de vetar e vetou. Isso é incompreensível, não é admissível. Por isso que nós lutamos para mudar a ONU. A ONU de 1945 não vale mais nada em 2023. É por isso que queremos mudar a quantidade de pessoas, o funcionamento e acabar com o direito de veto”, declarou o presidente.

A declaração foi feita no dia seguinte à recepção das famílias brasileiras que estavam presas na Faixa de Gaza há um mês, aguardando repatriação. O grupo chegou ao Brasil nesta segunda-feira (13) e foi recepcionado pelo próprio presidente Lula.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram