(Foto: Conselho Regional de Medicina/Reprodução)

Decisão do CRM

Médico é punido após cometer erro que matou criança de cinco anos

Caso aconteceu em Barbalha, no Cariri

Por Camylla Evellyn

O médico urologista Eleazar Araújo foi advertido pelo Conselho Regional de Medicina do Ceará. O motivo foi um erro médico grave, que resultou na morte de Elise Bezerra, de apenas cinco anos de idade. A menina perdeu a vida em abril de 2022, quatro anos após um procedimento no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, a 550km de Fortaleza.

A pena aplicada pelo conselho foi a mais branda possível, dando ao médico apenas uma advertência. Em resposta, a família da criança planeja recorrer da decisão, buscando uma punição mais rigorosa para o médico. O hospital, onde a cirurgia ocorreu, informou que o processo está envolto em segredo de Justiça. Por isso, a unidade não se manifestou publicamente sobre o assunto.

O drama que assola a família de Elise começou quando a criança foi diagnosticada, nos primeiros anos de sua vida, com atrofia no rim esquerdo. O tratamento indicado era a retirada do órgão debilitado. No entanto, durante a cirurgia, ao invés de retirar o rim afetado, a equipe médica liderada pelo doutor Eleazar Araújo tirou o rim que estava saudável.

Após a remoção do órgão saudável, a menina sofreu complicações graves, necessitando de um transplante e contraindo um vírus. Desde então, Elise passou por várias internações e tratamentos médicos, mas, infelizmente, morreu no ano passado.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram