Prevenção

Prefeitura de Fortaleza realiza Dia D de multivacinação em 14 postos neste sábado

O Dia D representa um esforço extra para a proteção da população, focado na prevenção do retorno de doenças já erradicadas no País, como sarampo, rubéola e a poliomielite

A Prefeitura de Fortaleza realiza, no próximo sábado (23/03), mais um Dia D de Multivacinação. Durante a ação, para fortalecimento da imunização na Capital, 14 postos de saúde estarão abertos das 8h às 16h30, ofertando as vacinas que compõem o Calendário Nacional, garantindo a imunização de crianças a partir de zero ano, adolescentes e adultos.

O Dia D representa um esforço extra para a proteção da população, focado na prevenção do retorno de doenças já erradicadas no País, como sarampo, rubéola e a poliomielite.

A multivacinação desempenha um papel crucial na eliminação de doenças infecciosas, proporcionando aos pais uma oportunidade para discutir com profissionais de saúde sobre a relevância e as vantagens da imunização. Este esforço conjunto visa ampliar a cobertura vacinal e fortalecer a proteção imunológica da comunidade, promovendo, assim, a saúde coletiva e o bem-estar geral.

Cartão de vacinação

É possível acessar o seu cartão de vacinação através do Aplicativo Mais Saúde Fortaleza, disponível para download em dispositivos iOS e Android. Na seção “Vacinação” do aplicativo, você pode verificar as vacinas mais recentes aplicadas e aquelas que ainda estão pendentes.

Vacinas disponíveis para crianças

BCG; Hepatite B; Poliomielite (VIP – inativada e VOP – atenuada); Rotavírus; Pentavalente; Pneumocócica 10; Meningocócica C (conjugada); Febre Amarela; Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Varicela; Hepatite A; Tríplice Bacteriana (Difteria, Tétano e Coqueluche); Papilomavírus humano (HPV).

Vacinas disponíveis para adolescentes

Hepatite B; Dupla bacteriana (Difteria e Tétano); Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba, Rubéola); Papilomavírus humano (HPV) e Meningocócica ACWY (conjugada), conforme esquema vacinal.

Imunização contra a covid-19

A vacinação contra a covid-19 também está disponível para o público prioritário:
1ª dose: crianças a partir de 6 meses
2ª dose: conferir no cartão de vacinação o prazo definido para sua aplicação
3ª dose: crianças a partir de 6 meses a 4 anos que receberam o esquema primário
Bivalente: pessoas acima de 12 anos que receberam apenas uma dose há quatro meses e população prioritária, sendo:

  • Uma dose a cada 6 meses: idosos; imunocomprometidos; gestantes; puérperas.
  • Uma dose a cada 12 meses: com comorbidades; vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI) e seus trabalhadores; indígenas, quilombolas, ribeirinhas e comunidades tradicionais; privadas de liberdade (maiores de 18 anos); adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas (maiores de 12 anos); funcionárias do sistema prisional; em situação de rua; com deficiência permanente; trabalhadoras da saúde.

Influenza

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório e provoca sintomas de síndrome gripal. A vacina atua contra os vírus influenza A (H1N1 e H3N2) e B (Haemophilus Influenza). Atualmente, o imunizante está sendo ofertado aos grupos prioritários da campanha, conforme descrição abaixo:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias)
  • Idosos a partir de 60 anos
  • Gestantes e puérperas (cartão da gestante ou exame de gravidez)
  • Povos indígenas
  • Professores do ensino básico ou superior (crachá com foto ou contracheque)
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Caminhoneiros
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbano e de longo curso (crachá com foto ou contracheque)
  • Trabalhadores portuários (crachá com foto ou contracheque)
  • Forças de segurança e salvamento (crachá com foto ou contracheque)
  • Forças armadas (crachá com foto ou contracheque)
  • Pessoas em situação de rua
  • Trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade (carteira do conselho, contracheque, declaração do serviço de saúde em Fortaleza ou crachá com foto)
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentes da idade (doenças: respiratória crônica, cardíaca crônica, renal crônica, neurológica crônica, além de diabetes, imunossupressão, obesidade grave, transplantados e portadores de trissomias) – apresentar exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica com até seis meses

Busca ativa

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) trabalha de forma constante e rotineira como estratégia na busca de faltosos à vacinação. Na busca ativa é feita a identificação de indivíduos com esquema vacinal incompleto por meio dos registros dos sistemas de informação de imunização e disponibilizada aos postos de saúde para que possam executar ações de identificação de crianças com vacinação em atraso, em cada uma das seis regionais de saúde do Município.

Ações de fortalecimento na Atenção Primária

Durante o Dia D, a população também poderá contar com o acesso de serviços em saúde, como coleta de citopatológico para mulheres em idade fértil e pré-natal para quem está com a 6ª consulta em atraso, atendimentos odontológicos para gestantes, teste rápido de ISTs para gestantes, grupo de educação em saúde para diabéticos e hipertensos com solicitação do exame de hemoglobina glicada para pacientes que trouxerem sua última receita, acompanhamento para beneficiários do Bolsa Família e atualização do cadastro.

Serviço
Dia D de Multivacinação
Data: 23/03 (sábado)
Horário: 8h às 16h30
Locais: 14 postos de saúde

WhatsApp
Facebook
X
Telegram