Nicola Cotugno, ex-presidente da Enel

Crise

Presidente nacional da Enel pede demissão

Nicola trabalhava na empresa italiana há mais de 20 anos

O presidente nacional da Enel, Nicola Contugno pede demissão do cargo nesta quinta-feira, (23/11). Em seu lugar, entra Antônio Scala.

Nicola trabalhava na empresa italiana há mais de 20 anos. Em 2018, ele assumiu à presidência.

O executivo nos últimos dias, vinha contornando uma crise no Estado de São Paulo. No início do mês de novembro, uma chuva, com uma forte ventania, derrubou várias árvores na região metropolitana de São Paulo. O evento deixou consumidores sem energia elétrica por quase seis dias. A crise de abastecimento causou prejuízos em comércio e residências.

Segundo informações da empresa, a saída de Cotugno foi um pedido do próprio executivo, que planejava se aposentar.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram