Arquivo

Apontados

Presos três suspeitos de serem mandantes do assassinato de Marielle Franco

As prisões aconteceram após a delação premiada do ex-policial militar e assassino confesso da ex-vereadora, Ronnie Lessa

A Polícia Federal prendeu na manhã deste domingo, (24/3), os mandantes da morte da morte da ex-vereadora Marille Franco (PSol-RJ) e de seu motorista, Anderson Gomes. O crime aconteceu em março de 2018.

As prisões foram autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes. Na ocasião, foram presos, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCERJ), Domingos Brazão, o deputado federal Chiquinho Brazão (União Brasil-RJ) e Rivaldo Barbosa, ex-chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A operação teve a coordenação da Polícia Federal, com apoio da Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Ministério Público do Rio.

Delação

As prisões aconteceram após a delação premiada do ex-policial militar e assassino confesso da ex-vereadora, Ronnie Lessa.
A delação foi homologada, neste sábado, (23/3), no Supremo Tribunal Federal (STF), por um juiz instrutor do gabinete do ministro Alexandre de Moraes (relator do caso).

WhatsApp
Facebook
X
Telegram