Reprodução e Geraldo Magela/Agência Senado

Senado aprova fim da ‘saidinha’, dois senadores foram contra; confira

O Senado aprovou nesta terça-feira, (20/2), o projeto de lei que restringe o benefício da saída temporária para presos condenados.

O relator da medida, senador Flávio Bolsonaro, (PL-RJ), pedia revogação total do benefício. Porém, foi alterado, vai permitir as saídas de presos que estudam.

A proposta apresentada, serve apenas para liberação temporária de presos em datas comemorativas e feriados, a chamada “saidinha “.

O texto foi aprovado por 62 a favor e dois contra e uma abstenção. A PL deve voltar para a análise dos deputados.

O projeto foi apresentado pelo deputado Pedro Paulo (PSD-RJ). Ele revoga o dispositivo da Lei de Execução Penal, que trata da saída temporária.

Os dois senadores contrários ao projeto, foram Cid Gomes (PSB) e Rogério Carvalho (PT/SE). Outros senadores do PT e aliados do governo Lula, incluindo Jaques Wagner, não votaram e se abstiveram.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram