Divulgação

Apoio

Em 2023, mais de 79 mil atendimentos foram realizados nas Casas da Mulher no Ceará

Os quatro equipamentos, que funcionam em Fortaleza, Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral

Seja para buscar informações, fazer denúncias ou realizar capacitação profissional, milhares de mulheres encontram nas Casas da Mulher Brasileira e Cearense uma porta para romper o ciclo de violência ou para garantir o acesso ao mercado de trabalho, conquistando sua autonomia econômica.

Em 2023, os quatro equipamentos estaduais contabilizaram 79.588 atendimentos. Destes, 6.630 foram relacionados a autonomia econômica, como a capacitação profissional e a inserção no mercado de trabalho.

Os quatro equipamentos, que funcionam em Fortaleza, Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral, foram responsáveis pelos diversos tipos de atendimento, sejam de natureza assistencial, psicológica ou por meio dos órgãos colegiados que compõem as Casas da Mulher, como o Poder Judiciário, Defensoria Pública, Ministério Público e Polícia Civil.

A vice-governadora e Secretária das Mulheres, Jade Romero, ressalta a importância do equipamento para garantir proteção e capacitação das mulheres em situação de violência.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram