Presidente Gardel Rolim recebe demandas de servidores da Saúde

Psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos, técnicos de enfermagem, advogados e enfermeiros estiveram reunidos nesta terça-feira, 29, com o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Gardel Rolim (PDT), para apresentar pautas das categorias. O presidente recebeu os profissionais em dois momentos, com a presença de representantes do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindfort) e Sindicato dos Trabalhadores no Serviço de Saúde de Fortaleza (Sintsaf).

Os profissionais destacaram a importância de revisão do PCCS do IJF, implementação do piso da Enfermagem, incorporação da extensão de carga horária na aposentadoria, insalubridade de 40% para servidores que trabalham diretamente com paciente ou com material contaminado e convocação de cadastro reserva, dentre outras.

A diretora do Sindfort, Regina Cláudia, apresentou um panorama da implementação do piso da Enfermagem e como a medida, da forma como está colocada pela gestão municipal, não representa avanços para a categoria. Segundo a dirigente, é preciso um maior diálogo entre a Prefeitura e os servidores para que se construa uma proposta que valorize os profissionais.

O presidente do Sintsaf, Plácido Filho, falou que as demandas dos profissionais tem como foco a valorização dos servidores e melhores condições de trabalho. Segundo o sindicalista, é necessário a retomada da mesa de negociação com os servidores e que algumas das reivindicações já são realidade em outros municípios.

O presidente Gardel falou da importância da Casa na mediação entre servidores e a gestão municipal, sempre pautada pela melhoria dos serviços prestados à população. Diante das demandas das categorias, Gardel Rolim reforçou o compromisso do prefeito José Sarto (PDT) com a Saúde e que irá levar as pautas apresentadas à Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPOG) para a retomada da mesa de negociação com os servidores. “Existe um compromisso do prefeito nessa área, com anúncio de concurso com 2 mil vagas para a saúde. E sabemos que existem leis que regulam todas as convocações e vamos tentar articular tudo isso com a Sepog”, destacou.

Pautas apresentadas do Sindsaf

*Incorporação da extensão de carga horária na aposentadoria
*Revisão do PCCS IJF/Saúde
*Final de semana dobrado para o nível médio
Insalubridade de 40% para os servidores que trabalham diretamente com o paciente ou com material contaminado e 20% para os que trabalham indiretamente
*Redução de carga horária para 20 horas semanais, sem redução salarial
Revisão do decreto de produtividade
*Convocação dos profissionais do cadastro reserva
*Extensão do VGR – Valor de Referência de Gratificação para todas as categorias da Saúde e do IJF
*Aumento no valor das extensões de cargas horárias
*Mudança de nomenclatura de auxiliar de enfermagem para técnico.

WhatsApp
Facebook
X
Telegram